Pista da Dutra ficará fechada por tempo indeterminado

A pista sentido Rio de Janeiro da Via Dutra vai continuar totalmente interditada entre os quilômetros 196 e 199, em Arujá, na Grande São Paulo, por tempo indeterminado. O trecho foi interditado na manhã de domingo por causa da queda de encosta no quilômetro 197, que abriu um buraco de 80 metros de extensão.

Agência Estado |

O tráfego segue em mão dupla na pista sentido São Paulo. A intervenção pode demorar meses porque a pista no trecho terá de ser reconstruída.

"É o tipo de obra que demora bem mais do que quatro meses", afirmou o engenheiro da concessionária NovaDutra Henrique Bekis. "É uma obra complexa, temos de avaliar qual é a melhor alternativa. Serão feitas sondagens no solo para verificar a resistência e a estabilidade do terreno. A partir daí, será elaborado um projeto, e só então será possível estabelecer um prazo."

A queda de encosta foi provocada pelas fortes chuvas que atingiram a região e encharcaram o solo. Segundo Bekis, o local estava sendo monitorado desde o dia 25, quando uma trinca de 2 milímetros foi identificada. Na quarta-feira, quando a trinca aumentou para 2 centímetros, a concessionária decidiu iniciar obras para conter o terreno - um muro de contenção similar já havia sido feito anteriormente, a poucos metros do buraco.

Desde sexta-feira, a faixa da direita foi fechada, e três estacas de 22 metros já haviam sido colocadas. No sábado, a pista cedeu 8 centímetros e, no domingo, desabou totalmente, derrubando até as estacas. "Quando vimos que começou a ceder, deixamos a operação montada. Logo que caiu a encosta, interditamos a pista e desviamos o tráfego", explicou Bekis.

Além dos 80 metros do buraco, a NovaDutra retirou terra em trechos de 20 metros de cada lado, para aliviar a pressão e evitar novos deslizamentos. A concessionária informou que deve liberar hoje a terceira faixa e o acostamento da pista sentido São Paulo entre os quilômetros 196 e 199 para agilizar o tráfego. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG