Piscinões contra enchentes seguem só em projeto em São Paulo

Outra solução apontada por especialistas para as enchentes, sobretudo no centro, é a construção de piscinões. Dois deles, um ao lado do Terminal Bandeira e outro perto da Praça 14 Bis, já deveriam estar prontos desde 2007, segundo cronograma apresentado no início de 2004.

Agência Estado |

Por causa de ações de empresas preteridas na concorrência aberta há cinco anos, o governo atual revogou no dia 14 de janeiro deste ano a licitação. Procurada, a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras não informou o novo prazo.

Já o contrato para realização de projeto para construção de um piscinão na Vila Prudente, na zona leste, uma das áreas mais atingidas pela chuva de segunda-feira, foi cancelado em setembro. A justificativa oficial é "inexecução total" por parte da empresa contratada, a Drenatec Engenharia. A Secretaria de Infraestrutura e Obras, responsável pela área, não comentou caso.

O equipamento está previsto para ser instalado na região do Córrego da Mooca, que deságua no Tamanduateí. Na enchente de anteontem, o ribeirão transbordou. O piscinão é previsto para ser instalado na confluência das Avenidas Jacindo Menezes Palhares e Luís Inácio de Anhaia Mello. Os três pontos de alagamentos dessa via registrados anteontem ficam num raio de 3,5 km dali.

    Leia tudo sobre: chuva

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG