O prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel (PT), negou hoje que vá deixar a prefeitura antes do final do seu mandato para ocupar um cargo no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele disse, no entanto, que está à disposição do presidente, ocupando cargo ou não.

Pimentel disse que vai deixar cargo em dezembro, quando termina o seu mandato, e que provavelmente vai voltar para a universidade, onde é professor, e trabalhar como economista.

Questionado se a boa avaliação da sua administração na prefeitura de Belo Horizonte não o credenciaria para o um cargo no governo, Pimentel respondeu: "os cargos de confiança dependem de quem nomeia. Eu não sou nomeante. Sou nomeado. Não sei se vou ser convidado para alguma coisa. Mas isso não está no meu horizonte. O presidente Lula sabe que eu estarei à disposição dele, ocupando cargo ou não. Sou amigo e aliado", afirmou.

Pimentel esteve hoje com o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Machado, para discutir a criação de um fundo de direito creditório para os municípios. Ele negou rumores de que assumiria em dezembro o Ministério da Fazenda. "Quem disse isso? O presidente Lula, ontem, ao meu lado, foi perguntado por um repórter se eu seria convidado para um ministério quando sair da prefeitura. E ele disse que desde que me conhece sou secretário, e tenho que descansar".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.