Pimentel defende aliança em BH

Em mais uma tentativa de resolver o impasse em Belo Horizonte, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva reuniu hoje (1) o prefeito Fernando Pimentel e os ministros Patrus Ananias (Desenvolvimento Social), Luiz Dulci (Secretaria-Geral da Presidência) e Hélio Costa (Comunicações), além do vice-presidente José Alencar. Pimentel garantiu que sua proposta de unir o PT ao PSDB do governador Aécio Neves na disputa pela prefeitura da capital mineira não embute acordos para as eleições de 2010.

Agência Estado |

“Não vamos fazer aliança programática com o PSDB”, garantiu Pimentel. “O acordo é para resolver um problema real, porque não temos candidato. Ou queremos perder as eleições?”

Apesar da pressão do PT e até de seus colegas no governo, Patrus repetiu no encontro que não concorrerá a prefeito. “Tenho uma missão a cumprir na Esplanada”, afirmou o ministro que comanda o programa Bolsa-Família. Seu plano é disputar o governo de Minas, em 2010, ou até mesmo a sucessão de Lula. As informações são do O Estado de S. Paulo

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG