Piloto disse que avião que caiu no Amazonas tinha 20 passageiros, afirma tenente

De acordo com o tenente coronel Vladimir Passos, do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa), o piloto do Bandeirante que caiu sábado no Rio Manacapuru, Cesar Leonel Grieger, teria dito à torre de controle que transportava apenas 20 passageiros. O acidente aconteceu em uma viagem entre Coari e Manaus, e matou 24 dos 28 ocupantes do avião.

Redação com Agência Estado |

"Não sabemos por que ele teria passado o número errado de passageiros. Não descartamos a hipótese de ele não saber quantos estavam a bordo. Mas se ele não sabia, precisamos saber a causa disso", afirmou Passos.

AE


O manual oficial da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aponta que o modelo Bandeirante idêntico ao que caiu tem capacidade para 19 passageiros. A vistoria feita por técnicos na bagagem das vítimas do acidente apontou que uma mala continha R$ 116 e outra US$ 1,4 mil , ambas do piloto.

Segundo a assessoria da Polícia Civil, na próxima semana as malas já estarão liberadas para os familiares dos mortos. Nas outras bagagens, somente objetos pessoais teriam sido encontrados, como roupas e produtos de higiene.

De acordo com o tenente, o local onde caiu o avião fica a apenas um quilômetro de distância da cabeceira de uma pista de pouso desativada. "O piloto tinha 23 anos de experiência, um gaúcho que conhecia a Amazônia e todas as pistas, não sabemos o que pode ter impedido esse pouso."

Passos informou que não há prazo para a apresentação do relatório que mostrará as causas da queda do Bandeirante. "Com a abertura do motor da aeronave, muitas respostas vão ser respondidas", afirmou.


Local do acidente


Leia também:

Leia mais sobre: acidente de avião

    Leia tudo sobre: avião acidente

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG