Piloto da Esquadrilha da Fumaça é velado em SP

O corpo do capitão Anderson Amaro Fernandes, de 33 anos, que morreu no final da tarde de sexta, dia 2, após a queda e explosão do avião da Esquadrilha da Fumaça que pilotava, está sendo velado em Pirassununga, no interior de São Paulo. O Tucano T-27, do Esquadrão de Demonstração Aérea da Força Aérea Brasileira (FAB), participava de voo com outras aeronaves, em Lages, Santa Catarina.

Agência Estado |

Dez mil pessoas assistiram à queda livre do aparelho, que se espatifou no solo (veja o vídeo ).

Segundo informações da FAB, após o velório em Pirassununga, cidade em que fica a base da Esquadrilha da Fumaça, o corpo do piloto será levado, ainda hoje, em horário não confirmado, para Fortaleza, onde Fernandes residia.

De acordo com nota oficial divulgada pela FAB, o Comando da Aeronáutica já iniciou as investigações para identificar as razões da queda. A Esquadrilha da Fumaça fazia voo em comemoração aos 68 anos do Aeroclube de Lages. As informações são da Agência Brasil.

    Leia tudo sobre: acidentefab

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG