A Polícia Federal cumpriu hoje 10 mandados de prisão na operação Vorax 2, que também envolve a Receita Federal, e investiga desvio de verbas e fraudes em licitações na prefeitura de Coari, município a 370 quilômetros de Manaus. Entre os detidos, que seguiram para Manaus em avião fretado pela PF, está o vice-prefeito do município, Rodrigo Alves (PP).

Segundo o delegado que comanda as operações, Jocenildo Cavalcante, as licitações fraudadas desde 2005 desviaram cerca de R$ 30 milhões. Coari possui grande quantidade de petróleo e gás natural. De acordo com a Receita, os envolvidos atuavam na elaboração de licitações viciadas, definindo previamente os participantes e ganhadores do processo. Em alguns casos não há nem mesmo os processos físicos de licitações, como determina a legislação. As investigações demonstraram que empresas envolvidas nas fraudes foram criadas com a finalidade de participar e vencer licitações no município.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.