PF prende três por desvio de R$ 6 milhões da Funasa

Recursos da Funasa deveriam ser destinados à compra de medicamentos e pagamento de salários de agentes

AE |

selo

A Polícia Federal prendeu três pessoas de uma quadrilha acusada de fraudar mais de R$ 6 milhões de recursos da Fundação Nacional do Índio (Funasa) destinados a organizações não governamentais (ONGs) indígenas. Dois deles foram presos em Salvador, ano sábado, e o terceiro suspeito foi preso no dia 7, em Macapá.

Os mandados de prisão preventiva para a Operação Carniça foram expedidos pela 1ª Vara Federal de Macapá. Segundo as investigações, os recursos financeiros da Funasa eram destinados à compra de medicamentos, atendimento médico, pagamento dos salários dos agentes indígenas de saúde,

Pela perícia realizada, foi constatado que entre 2006 e 2008, mais de R$ 6 milhões foram desviados. Nesse período houve falta de medicamentos vitais, como soro antiofídico (contra o veneno de cobras). Os presos foram denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF) pelo crime de peculato e estelionato, podendo cumprir pena de até 12 anos de reclusão.

    Leia tudo sobre: pfprisãofunasadesvio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG