PF prende rede de tráfico que atuava dentro de Cumbica

Trinta e duas pessoas foram presas hoje durante a Operação Carga Pesada, da Polícia Federal, contra o tráfico internacional de entorpecentes. A maioria das prisões aconteceu em São Paulo.

Agência Estado |

Entre os presos estão uma auditora fiscal da Receita Federal, um funcionário da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e dez funcionários de empresas aéreas, todos do Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos. Segundo a PF, a quadrilha possuía uma ampla rede de influência nos aeroportos, principalmente em Cumbica, onde obtinha facilidades no envio do entorpecente para países da África e Europa, especialmente Inglaterra, Holanda, Portugal e África do Sul.

Os mandados de prisão e busca e apreensão foram cumpridos nas cidades de São Paulo, Guarulhos, Campo Grande e Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul. Os líderes da quadrilha, segundo a PF, são nigerianos. As investigações tiveram início em 2007 e no decorrer do processo investigatório foram presas 26 pessoas, entre elas servidores públicos e policiais, tendo sido apreendidos mais de 540 quilos de cocaína no Brasil e no exterior.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG