PF prende quatro envolvidos em falsificação de documentos

Grupo era especializado em forjar declarações de imposto de renda para obtenção de visto americano

iG São Paulo |

A Polícia Federal (PF) prendeu, na manhã desta quinta-feira, quatro pessoas suspeitas de falsificar documentos para obter visto para os Estados Unidos, durante a Operação Al Capone. De acordo com a PF, o grupo era especializado em falsificar declarações de imposto de renda, dentre outros documentos, com intuito de apresentá-los à representação norte americana para obter visto.

Durante as investigações, que duraram 32 meses, foram realizadas escutas telefônicas e quebra de sigilo fiscal autorizadas judicialmente. Além das quatro prisões, a PF apreendeu documentos em três locais.

Segundo a PF, para a obtenção dos documentos para a obtenção do visto americano, o cliente encaminhava uma declaração de imposto de renda, com o número do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil. Após esse procedimento, os envolvidos emitiam uma série de declarações retificadoras à Receita inserindo dados fictícios de bens; as declarações retificadoras eram impressas, constando um patrimônio fictício, com o intuito de ludibriar as autoridades consulares responsáveis pela emissão de vistos.
A quadrilha chegava a cobrar até R$ 5 mil para a obtenção dos vistos.

    Leia tudo sobre: polícia federalcrimefalsidade ideológicaprisão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG