Agentes da Interpol e da Polícia Federal (PF) prenderam no Rio de Janeiro o finlandês Juha-Pekka Koykaka, de 39 anos, foragido há cinco anos por crime financeiro em seu país natal. Segundo a PF, Koykaka foi responsável por uma fraude financeira milionária na Finlândia, que pode ter gerado perdas em torno de 1,6 milhão de euros.

No ano passado, representantes da Interpol no Brasil receberam informações da presença do foragido no País e começaram as investigações. O finlandês estava há dois meses no Rio de Janeiro, onde passou o réveillon, hospedado em um hotel de luxo em Copacabana, na zona sul.

Agentes federais do Grupo de Investigações Sensíveis (Gise) de Brasília também participaram da prisão. O foragido não ofereceu resistência. Após efetuar exames no Instituto Médico Legal (IML) do Rio, foi levado para a sede da PF na cidade, sendo transferido em seguida para o presídio Ary Franco, em Água Santa. Ainda de acordo com a PF, o destino final de Koykaka será decidido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que julgará o pedido de extradição do criminoso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.