PF prende alemão acusado de tráfico e procurado pela Interpol

SÃO PAULO (Reuters) - O alemão Frank Armin Dahme, procurado pela Interpol sob acusação de tráfico de drogas e foragido desde 2001, foi preso em Uberlândia, informou nesta terça-feira a Polícia Federal. De acordo com o delegado Júlio Cesar Bortolato, da Polícia Federal em Uberlândia, Dahme vivia na cidade mineira desde 2004 e sua prisão ocorreu após a Interpol informar que havia indícios de que o alemão estaria na cidade, localizada no oeste de Minas Gerais, região do Triângulo Mineiro.

Reuters |

'Existiam alguns endereços onde ele poderia estar e nós constatamos que a pessoa que morava sozinha em um deles era bastante parecida com a descrição, mas estava viajando', disse Bortolato por telefone à Reuters.

'Fizemos algumas vigilâncias e ontem (segunda-feira) à tarde tivemos êxito em prendê-lo.'

Dahme é o último integrante de uma suposta quadrilha alemã de 14 pessoas que ainda estava foragido. Segundo o delegado, entre 1996 e 2001, o alemão foi responsável pela comercialização de 'toneladas' de maconha, anfetamina e cocaína. Os demais acusados de integrar a quadrilha foram condenados a penas entre 7 e 13 anos de prisão.

Dahme, que chegou a ser dono de um restaurante em Uberlândia, deve ser encaminhado ainda nesta terça-feira para Brasília, onde ficará preso na Polícia Federal à disposição do Supremo Tribunal Federal (STF), a quem cabe decidir se ele será ou não extraditado.

(Reportagem de Eduardo Simões)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG