PF prende 8 em operação contra pornografia infantil

Ao menos oito pessoas já foram presas por policiais federais hoje durante a Operação Turko, deflagrada em 20 Estados e no Distrito Federal para combater a pornografia infantil na internet. O nome da operação é uma alusão ao site de relacionamentos Orkut, que teve 3.

Agência Estado |

265 perfis denunciados com conteúdo de pornografia infantil. Essa foi a primeira operação após a publicação da lei 11.829, que alterou o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e tornou crime a posse de material pornográfico infantil.

De acordo com a Polícia Federal (PF), as prisões foram realizadas nos Estados de São Paulo (3), Rio Grande do Sul (2), Espírito Santo (1), Mato Grosso (1) e Pernambuco (1). Pelo menos 47 dos 92 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça foram cumpridos. A operação está sendo realizada por 400 agentes nos Estados de Alagoas, Amapá, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

Entre os materiais apreendidos estão centenas de CDs e DVDs com conteúdo pornográfico, além de computadores que podem conter material de pornografia infantil. A operação é uma das ações que marcam o Dia Nacional de Luta contra o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data foi instituída pela Lei Federal nº 9970/00 e lembra um crime bárbaro que chocou todo o País e ficou conhecido como o "crime Araceli", ocorrido em 1973, em Vitória.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG