PF prende 6 em ação contra crimes ambientais em Mato Grosso

Os agentes apreenderam documentos que serão analisados, além de caminhões, escavadeiras e reboques

AE |

selo

A Polícia Federal (PF) prendeu nesta sexta-feira seis pessoas durante a Operação Pharisaios, para reprimir crimes ambientais de extração ilegal e comercialização de madeiras extraídas da Terra Indígena Serra Morena, na região de Juína, em Mato Grosso. Ao todo, foram expedidos 10 mandados de prisão e 24 mandados de busca e apreensão pela 2ª Vara Federal de Cuiabá.

Os agentes já apreenderam documentos que serão analisados, além de caminhões, escavadeiras e reboques. Segundo a PF, 140 policiais participam da ação, feita em conjunto com a Força Nacional, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Fundação Nacional do índio (Funai).

A quadrilha era investigada há um ano. Segundo as apurações, um grupo de madeireiros da região de Juína extraía ilegalmente as toras de madeira no interior da Terra Indígena Serra Morena. Depois de transportada, a madeira era comercializada mediante a emissão de guias florestais (GFs) adulteradas. Os documentos informavam que a madeira extraída ilegalmente era na verdade de planos de manejo de propriedades rurais privadas. As fraudes e falsificações nas guias florestais emitidas eram grosseiras.

    Leia tudo sobre: polícia federallei ambiental

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG