Pelo menos 59 suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas foram presos nesta quarta-feira em duas operações da Polícia Federal (PF). Na Operação Pérola, que foi deflagrada após um ano de investigações, os agentes interceptaram telefonemas e identificaram uma quadrilha internacional que seria comandada por um presidiário do Complexo Prisional de Goiás.

Até esta tarde, 22 pessoas foram detidas, sendo 12 somente em Goiás. Outras prisões ocorreram na Bahia, Pará, Ceará, Tocantins e Mato Grosso.

Na Operação Triângulo, 37 pessoas foram detidas. A ação tem o objetivo de desarticular uma quadrilha de narcotraficantes que atua nos Estados de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e na Bahia.

Segundo a PF, o grupo especializado na compra de cocaína atuava na fronteira do Brasil com Paraguai, Bolívia e Colômbia para abastecer os traficantes dos cinco Estados.

Carros de luxo e mais de R$ 100 mil foram apreendidos na operação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.