A Polícia Federal em Juiz de Fora, Minas Gerais, prendeu quatro pessoas e apreendeu 33 máquinas de vídeo bingo e caça-níqueis na tarde de ontem, em mais uma etapa da Operação Corvina, ação contra os jogos de azar. De acordo com a PF, os equipamentos estavam em dois endereços nos quais, segundo as investigações, funcionariam casas clandestinas de jogos.

Ambas já haviam sido alvos de ações policiais.

Em uma delas, uma sala comercial em um edifício, os clientes precisavam dizer uma senha pelo interfone para conseguir entrar. Na outra, localizada no segundo andar de uma galeria, um olho mágico controlava o acesso ao local. Cerca de R$ 3 mil, que estavam nas máquinas, também foram recolhidos. A Operação Corvina desmantelou uma quadrilha com ramificações em Juiz de Fora, Belo Horizonte e São Paulo em dezembro de 2007. Os presos foram conduzidos à sede da Polícia Federal, onde prestaram esclarecimentos e foram liberados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.