PF prende 4 acusados de crimes pela internet em SP

A Polícia Federal prendeu hoje quatro pessoas acusadas de cometer crimes pela internet e falsificação de cartões de crédito durante a Operação Lamers, realizada na região de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. Três pessoas foram presas em Franca, sendo que dois eram irmãos e proprietários de um cyber café.

Agência Estado |

Também foi preso um acusado no Rio de Janeiro. Além das prisões, foram apreendidos notebook e computadores. Pelo menos mais cinco pessoas fazem parte da quadrilha, segundo a PF.

A quadrilha foi responsável por mais de 95% das transferências fraudulentas que tiveram como destino contas bancárias mantidas em agências da Caixa Econômica Federal de municípios da região de Ribeirão Preto. Os criminosos, segundo a PF, agiam por meio de sites ou enviando milhares de mensagens eletrônicas (e-mails), e conseguiam que usuários da Internet instalassem em seus computadores programas capazes de copiar o número da conta corrente e a senha do usuário quando acessassem o home banking.

Depois de copiadas as informações, o programa instalado no microcomputador da vítima as encaminhava aos criminosos por meio de uma nova mensagem eletrônica. De posse do número da conta corrente e senha da vítima, os acusados acessavam o home banking da CEF e de outras instituições financeiras e, como se fossem os clientes, transferiam valores para contas bancárias de pessoas que cediam sua conta para o cometimento do crime e, em seguida, sacavam o dinheiro transferido. Os presos deverão responder pelos crimes de furto mediante fraude, estelionato e formação de quadrilha.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG