PF prende 20 pessoas por suspeita de fraudes em títulos de crédito no Acre

RIO BRANCO ¿ A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (24), a operação ¿Houdini¿ com o objetivo de desarticular uma organização criminosa, com base em Curitiba (PR) e Rio Branco (AC), especializada em negociar títulos de crédito com valor nominal majorado de forma fraudulenta. As investigações ocorreram nos Estados do Acre, Paraná, São Paulo e Goiás. De acordo com a PF, 20 pessoas foram presas.

Redação |

Cerca de 130 policiais federais foram mobilizados para cumprir 25 mandados de busca e apreensão e 20 mandados de prisão preventiva expedidos pelo Juízo da 4ª Vara Criminal de Rio Branco, no Acre.

A quadrilha buscava pessoas com financiamentos de veículos e dívidas fiscais. Eram oferecidos às vítimas títulos de crédito para quitação de seus débitos. Os títulos originalmente tinham valor de mercado em torno de R$ 3, mas podiam chegar a R$ 600 após laudos emitidos por peritos autônomos que participavam do esquema e de uma decisão judicial favorável.

As investigações foram iniciadas em janeiro de 2008 após recebimento de denúncias de pessoas vítimas do esquema. Estima-se que a organização negociou R$ 25 milhões só em veículos.

Todos os presos ficarão custodiados no sistema prisional do Estado do Acre. Eles serão indiciados por estelionato, formação de quadrilha ou bando e fraude processual. Serão enquadrados também na Lei de Mercado de Valores Mobiliários.

Trata-se da maior operação já realizada no estado do Acre.

Leia mais sobre: PF

    Leia tudo sobre: pf

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG