SÃO PAULO ¿ Pelo menos 20 pessoas já foram presas na Operação Alfa, deflagrada na manhã desta segunda-feira pela Polícia Federal de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. No total, foram expedidos 85 mandados de prisão temporária e 89 mandados de busca e apreensão em seis Estados do Brasil. A ação tem como objetivo desarticular quatro organizações criminosas voltadas para o tráfico internacional de drogas, principalmente de cocaína de origem boliviana.

De acordo com a PF, as investigações tiveram início em abril de 2007, quando policiais de Brasília identificaram que traficantes do Mato Grosso estavam vendendo drogas em São José do Rio Preto.

A partir de levantamentos, os agentes descobriram que os entorpecentes entravam no Brasil pelas regiões de Cáceres, no Mato Grosso, e Corumbá, no Mato Grosso do Sul. Já no País, a droga era distribuída para os Estados de São Paulo, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, Bahia e Distrito Federal.

Entre os envolvidos no esquema de tráfico de drogas estão empresários das áreas de construção civil, turismo, comércio de automóveis, além de advogados. Dos 85 mandados de prisão, 21 são para mulheres ligadas às organizações criminosas.

Os presos irão responder pelos crimes de tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico de drogas, financiamento para o tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e posse ilegal de armas. Segundo a PF, as penas para esses crimes podem ultrapassar 30 anos de prisão.

Veja também:

Leia mais sobre: tráfico de drogas


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.