PF prende 17º prefeito na Operação Pasárgada

SÃO PAULO - O número de prefeitos presos na Operação Pasárgada subiu para 17, segundo informou nesta quinta-feira a assessoria da Superintendência da Polícia Federal em Belo Horizonte. O nome e a cidade do último prefeito preso não foi divulgado até o momento.

Agência Estado |


AE

Prefeito de Sobradinho, Antônio de Souza, foi preso 

Até o início da noite, os policiais federais tentavam cumprir outros dois mandados de prisão temporária expedidos pela Justiça.

A operação, desencadeada em três Estados (Minas Gerais, Bahia e Distrito Federal), desarticulou um esquema de liberação irregular de verbas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) para cidades em débito com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O prejuízo para os cofres públicos é estimado em pelo menos R$ 200 milhões nos últimos três anos.

Oficialmente, a PF não divulgou a identidade dos suspeitos, alegando que o inquérito está sob sigilo. Nesta quinta, a corporação informou que 25 imóveis pertencentes aos suspeitos de envolvimento com a quadrilha foram seqüestrados.

Foram realizados ainda 13 bloqueios de contas correntes. A PF também revisou os números da operação. Dos 53 pedidos de mandados de prisão temporária, 52 foram deferidos pelo juiz corregedor do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), em Brasília, Jirair Aram Meguerian. Ao todo, 50 pessoas foram presas, entre elas três secretários municipais.


Leia mais sobre: PF - Operação Pasárgada

    Leia tudo sobre: operação pasárgada

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG