PF prende 16 em dois Estados por tráfico de drogas

Dezesseis suspeitos foram presos hoje durante a Operação Sede Campestre, da Polícia Federal (PF), nos Estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo. Todos, entre brasileiros e paraguaios, são acusados de integrar uma quadrilha de traficantes internacionais de drogas.

Agência Estado |

A operação foi realizada no Mato Grosso do Sul, nas cidades de Ponta Porã e Dourados, e nas cidades paulistas de Jundiaí, Mirandópolis, São José do Rio Preto, Taubaté, Cabreúva e Campinas. Um dos procurados está foragido.

A quadrilha também agia na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero. Em São Paulo, a droga era recepcionada por membros da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), processada e distribuída para compradores da capital paulista e do Rio de Janeiro. Os integrantes do PCC realizavam o pagamento da droga aos fornecedores da região fronteiriça de Ponta Porã e de Pedro Juan Cabalerro de várias formas, entre elas, depósitos bancários, dinheiro em espécie e veículos legalizados, roubados ou provenientes de golpes.

A ação cumpriu 17 mandados de prisão preventiva e seis de busca e apreensão, todos expedidos pela Justiça Federal de Ponta Porã, além do bloqueio de contas bancárias dos integrantes da organização. A PF destacou 50 agentes nos Estados envolvidos. Foram apreendidos quatro veículos em Ponta Porã e crack e cocaína em Ribeirão Preto.

De acordo com a PF, a principal integrante utilizava uma farmácia de fachada em Ponta Porã para realizar a movimentação financeira da organização, para confundir a ação policial. Ela também já havia sido preso em flagrante em outra oportunidade junto com outros suspeitos, quando foi apreendido aproximadamente 800 quilos de cocaína.

As investigações começaram há mais de sete meses e já haviam resultado na prisão de ao menos 14 integrantes do esquema. Um deles usava documentos falsos, pois já era foragido da Justiça por ser acusado da morte de um Policial Civil na cidade paulista de Tatuí, em 2003.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG