PF prende 10 acusados de fraudes em caixas eletrônicos

Dez pessoas foram presas por agentes da Polícia Federal hoje durante a Operação Espelho, cujo objetivo era combater fraudes em caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal (CEF) nos Estados de Pernambuco, Bahia, Rio de Janeiro e no Distrito Federal. Segundo a PF, a quadrilha usava um dispositivo eletrônico conhecido como chupa-cabras nos caixas eletrônicos para capturar dados bancários das tarjas magnéticas de cartões dos correntistas.

Agência Estado |

Com as informações dos clientes, o grupo realizava saques em casas lotéricas, compras em estabelecimentos comerciais e até transferências para contas de terceiros.

Além dos dez mandados de prisão, os agentes cumpriram dez mandados de busca e apreensão. As investigações começaram há cerca de dois anos e a polícia já instaurou 20 inquéritos. Em Salvador, onde foram cumpridos dois mandados de prisão temporária, os suspeitos foram presos em flagrante com cartões clonados. Ainda de acordo com a PF, a quadrilha agia em vários Estados para dificultar a identificação dos envolvidos e cada acusado tinha uma função. O grupo deve responder por furto qualificado e formação de quadrilha, cujas penas variam de um a oito anos de prisão.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG