PF investiga tentativas de golpes em nome do CNJ

Golpistas telefonavam para pessoas com processos na Justiça pedindo dinheiro em troca de tornar mais ágil a tramitação de ações

AE |

selo

A Polícia Federal (PF) abriu uma investigação para apurar tentativas de extorsão que foram feitas em nome do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

De acordo com o ouvidor do CNJ, José Adonis Callou de Araújo Sá, os golpistas telefonavam para pessoas que têm processos na Justiça pedindo dinheiro em troca de tornar mais ágil a tramitação dessas ações.

"São golpistas que provavelmente tiveram acesso ao nome de pessoas que têm ações na Justiça. A PF abriu inquérito para tentar descobrir quem são esses golpistas", afirmou o ouvidor. "São muitos relatos (de tentativa de extorsão). Mas as pessoas desconfiaram. Não há notícia de consumação dos crimes", disse.

Se a PF conseguir identificar os responsáveis pelas tentativas de golpe, o inquérito será remetido para o Ministério Público, que decidirá se é o caso de denunciá-los ou não à Justiça. O CNJ é o órgão responsável por exercer o controle externo do Judiciário e realizar ações de planejamento e coordenação da Justiça. O conselho não exerce controle sobre decisões judiciais.

    Leia tudo sobre: cnjgolpe

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG