PF investiga morte de índio em área invadida na Bahia

Índio pataxó da aldeia caramuru-paraguaçu foi alvejado em frente a uma fazenda onde grupo de 300 indígenas está acampado

AE |

selo

A Polícia Federal de Ilhéus está investigando a morte de um índio, ocorrida na madrugada de ontem, em Pau Brasil, no litoral sul da Bahia. O índio pataxó da aldeia caramuru-paraguaçu José Jesus da Silva foi alvejado em frente à Fazenda Bela Vista, onde um grupo de mais de 300 indígenas está acampado desde o último dia 4, quando houve a invasão. Silva teria ido à fazenda levar comida aos acampados. Testemunhas disseram ter ouvido um estampido e uma pessoa fugindo do local em seguida.

A fazenda é chamada de área de retomada, ou seja, terras que os índios aguardam ser desapropriadas. Segundo a Fundação Nacional do Índio (Funai), os indígenas esperam há mais de 28 anos julgamento do Supremo Tribunal de Federal (STF) para reconhecer que as terras pertencem a eles.

    Leia tudo sobre: índioassassinato

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG