PF investiga ex-chefe da equipe de transplantes da UFRJ

A Polícia Federal cumpria na manhã de hoje mandado de busca e apreensão na casa do médico Joaquim Ribeiro Filho, ex-coordenador do Riotransplante e ex-chefe da equipe de transplantes de fígado do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A operação, denominada Fura Fila, é fruto de investigação de beneficiamento de pacientes na fila de transplante de fígado via pagamento.

Agência Estado |

Um dos beneficiários, de acordo com a investigação, seria Carlos Augusto de Alencar Arraes, filho do ex-governador de Pernambuco, Miguel Arraes, falecido em 2005. Carlos teria recebido um órgão proveniente de Minas Gerais em julho do ano passado, quando ocupava a 65ª posição na fila de transplantes. Ele teria sido operado por Joaquim Ribeiro Filho na clínica São Vicente, na Gávea, zona sul do Rio - onde o médico coordena a equipe de transplantes. A operação analisou transplantes entre os anos de 2003 e 2008.

    Leia tudo sobre: transplantes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG