PF faz operação de combate à pedofilia em 9 Estados e no DF

Operação Tapete Persa tem a cooperação da Interpol e da Polícia Criminal de Baden-Württenberg, da Alemanha

iG São Paulo |

Mais de 400 agentes da Polícia Federal (PF) estão em ação nesta terça-feira durante a Operação Tapete Persa, para combate à exploração, abuso sexual e pedofilia na internet. Ao todo são 81 mandados de busca e apreensão em nove Estados (Alagoas, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo) e no Distrito Federal.

Divulgação
Material apreendido durante a operação no Rio Grande do Sul
A operação faz parte de uma ação de caráter internacional, em cooperação com a Interpol e a Polícia Criminal de Baden-Württenberg, localizada no sudoeste da Alemanha. Segundo a PF, durante a Operação Perserttepich & Collection, deflagrada em junho de 2009, a polícia alemã monitorou de redes na internet utilizadas para o compartilhamento de arquivos de imagens e vídeos de violência sexual contra crianças e adolescentes, incluindo ações no Brasil. Os fatos foram informados à representação da Interpol, no final do ano de 2008 e, a partir daí chegou ao conhecimento da Divisão de Direitos Humanos da Polícia Federal.

A partir disso, a unidade central da PF para crimes de pedofilia iniciou investigações preliminares para identificação dos locais utilizados pelos suspeitos para cometimento dos crimes no Brasil e individualização de cada um das condutas praticadas. Posteriormente, mediante fundamentada autorização judicial da 12ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal, e manifestação do Ministério Público Federal, a PF encaminhou para suas unidades descentralizadas os endereços dos suspeitos obtidos junto aos provedores de Internet, juntamente com a prova da materialidade delitiva.

A partir daí, foram instaurados diversos inquéritos policiais, levantamentos de inteligência e solicitados mandados de busca e apreensão, visando à deflagração conjunta da Operação Tapete Persa nos estados.

O nome da operação faz alusão a um dos vídeos compartilhados pelos pedófilos, em que se notam imagens degradantes de uma criança de aproximadamente seis anos de idade sendo abusada sexualmente, tendo como pano de fundo um tapete persa, que também é o significado do vocábulo “perserttepich”, em alemão.

    Leia tudo sobre: pfpedofiliaoperação tapete persa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG