A Polícia Federal realizou a maior apreensão do ano de drogas sintéticas e também de LSD e Skank. Os entorpecentes foram encontrados na bagagem do estudante de Publicidade José Luiz Aromitz, de 26 anos, passava pelo equipamento de raios X do Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio, ontem (21).

Aromitz havia acabado de desembarcar naquele aeroporto, vindo de Amsterdã, na Holanda. Em uma mala foram encontrados 41 mil comprimidos de ecstasy, cerca de 18 mil selos com micropontos de LSD e uma quantia pouco superior a 300 gramas de Skank, uma variação da maconha.

Ao ser flagrando pelos agentes, o estudante preferiu assumir a autoria do tráfico a entregar quem o teria contratado para trazer a droga. Por isso, ele foi autuado em flagrante e recolhido à carceragem da Superintendência da PF, no Rio. As informações são do JorNal da Globo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.