PF desocupa fazenda invadida por índios na BA

A Polícia Federal (PF) desocupou ontem uma fazenda localizada no município de Una, na Bahia, que havia sido invadida por cerca de 30 índios Tupinambás, na terça-feira. O dono da propriedade afirmou que os índios, mediante ameaça de morte, sitiaram os trabalhadores na casa sede.

Agência Estado |

Nas proximidades da fazenda, os agentes encontraram o corpo de um homem, ainda não identificado e possivelmente vítima de homicídio

Os indígenas alegaram que a ocupação tinha como finalidade a tomada da propriedade, em razão da publicação, no Diário Oficial da União (D.O.U.), da demarcação de uma área denominada Terra Indígena Tupinambá de Olivença. Com a chegada dos policiais, alguns invasores fugiram e os que permaneceram no local foram encaminhados à Delegacia da PF em Ilhéus.

Em poder dos índios, foram encontradas lanças e bordunas, além de facões. O corpo encontrado nas proximidades da fazenda foi encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica de Itabuna para realização de exame cadavérico.

Dos tupinambás conduzidos à delegacia, 13 foram indiciados e liberados, e um foi preso pelo crime de peculato, por ser flagrado transportando alimentos para os invasores em um veículo da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). Além disso, a PF instaurou inquérito policial para apurar a correlação entre o homicídio e os demais delitos praticados pelos indígenas na disputa de terras na região da Serra do Padeiro.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG