Operação Piranet cumpriu nove mandados de busca e três de prisão preventiva

A Polícia Federal desmantelou nesta sexta-feira uma quadrilha especializada em fraudes bancárias no Estado de Minas Gerais. Durante a Operação Piranet, foram cumpridos nove mandados de busca e três mandados de prisão preventiva, em Montes Claros, expedidos pela Justiça Federal.

Após um ano de investigações, os agentes federais constataram que a quadrilha era dotada de grande conhecimento e técnicas sofisticadas para elaborar e operar programas de computador. Com o domínio dos sistemas, eles invadiam computadores de terceiros e subtraiam informações bancárias e pessoais dos correntistas, inclusive senhas. Após a coleta de informações os fraudadores ludibriavam os sistemas de proteção das instituições financeiras para subtrair valores das vítimas.

Hoje equipes federais fazem buscas nas cidades de Montes Claros e Pirapora/MG onde já apreenderam computadores, diversos itens de informática, documentos, um revolver calibre 38, munições e alguns comprimidos de ecstasy.

Todos os envolvidos estão sendo indiciados pelo crime de quadrilha ou bando/organização criminosa e furto qualificado, sujeitando a pena de até 11 anos de reclusão. Os envolvidos que foram flagrados com arma e droga responderão pelos crimes correspondentes (posse de arma sem o devido registro e posse de drogas).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.