PF desmantela quadrilha de detentos no MS

Uma quadrilha formada por detentos de três municípios de Mato Grosso do Sul foi desmantelada hoje pela Polícia Federal. O grupo composto por 30 presidiários comandava de dentro dos presídios estaduais de Campo Grande, Três Lagoas e Paranaíba pequenos bandos de ladrões e assaltantes, que conseguiam dinheiro através de ações criminosas para compra de maconha e cocaína no Paraguai e na Bolívia.

Agência Estado |

Segundo informações do delegado Pierre Bernard Vincent, que coordenou o trabalho denominado "Operação Cayman II" (Cayman é uma espécie de jacaré que vive no Pantanal) apenas dez pessoas consideradas líderes atuavam fora dos presídios, todas foram presas hoje. Ele explicou que, durante as investigações, iniciadas em junho deste ano, foram identificados 80 homens e mulheres envolvidos no esquema, que movimentavam no mínimo 300 quilos de drogas por ano.

Os grupos atuavam no leste do MS e municípios do noroeste de São Paulo, com assaltos a bancos, caminhoneiros e lojas comerciais, além da distribuição de entorpecentes para pontos de vendas nas duas regiões. "As investigações continuam. Muitos investigados ainda serão presos, considerando o grande número de nomes levantados durante as apurações. Na realidade, trata-se de várias pequenas quadrilhas ligadas ao PCC (Primeiro Comando da Capital)", diz Vincent.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG