PF deflagra ação contra grupo suspeito de fraudes em empréstimos

Polícia Federal cumpre 34 mandados de busca e apreensão e 25 mandados de prisão

Agência Brasil |

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, em Belo Horizonte, a Operação Engodo contra uma quadrilha especializada na obtenção fraudulenta de empréstimos bancários e financiamentos para aquisição de veículos. A PF cumpre 34 mandados de busca e apreensão e 25 mandados de prisão.

Além dos falsificadores de documentos, estão sendo presos diversos funcionários de concessionárias e revendas de veículos automotores sediadas em Belo Horizonte, Contagem e Caeté, todas em Minas Gerais.

Os criminosos usavam documentos falsos como carteiras de identidades, CPF, carteiras de habilitação, comprovantes de renda, comprovantes de endereço e extrato bancários para conseguir os empréstimos.

Segundo a Polícia Federal, as negociações ilícitas entre os falsificadores e as concessionárias de automotores era uma prática habitual.

Um dos crimes praticados pelos criminosos era conhecido como “tumulto”, que consistia na compra de determinado veículo, por meio de financiamento, com o uso de documentos falsos em nome de terceiros. Esse mesmo veículo era vendido depois no mercado paralelo a um preço bem abaixo do seu valor de mercado.

    Leia tudo sobre: pfempréstimos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG