PF dará proteção permanente a dois deputados petistas

O diretor-geral da Polícia Federal (PF), Luiz Fernando Corrêa, determinou hoje que seja providenciada proteção permanente para os deputados federais petistas Luiz Couto (PB) e Fernando Ferro (PE). O pedido foi feito pelo presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), no dia 12 de fevereiro.

Agência Estado |

Couto sofre ameaças de morte desde 2005, quando foi relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara que investigou grupos de extermínio no Nordeste. O deputado já tinha recebido proteção da PF no ano passado. A garantia de segurança a Fernando Ferro foi pedida em razão do assassinato do advogado Manoel Bezerra Matos Neto, vice-presidente do PT de Pernambuco, em 24 de janeiro deste ano, na praia de Pitimbu, na Paraíba. O advogado era assessor de Ferro e também denunciou a ação de grupos de extermínio na região.

Segundo a assessoria de imprensa da corporação, o diretor-geral vai conversar com os dois parlamentares para acertar "a logística" da segurança permanente. As superintendências da PF em Pernambuco e na Paraíba serão comunicadas da decisão.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG