PF apreende 300 toneladas de contrabando em SP

Uma operação conjunta entre a Polícia e a Receita Federal de São Paulo descobriu um galpão de 5 mil metros quadrados, em Guarulhos, município da Grande São Paulo, usado para estocar 300 toneladas de peças chinesas contrabandeadas.

Agência Estado |

Os produtos seriam usados para abastecer lojistas e camelôs da região da Rua 25 de Março, no centro de São Paulo, para o Dia das Crianças e o Natal. A mercadoria foi avaliada em cerca de R$ 5 milhões.

Um dos proprietários, identificado pela polícia apenas como J.N., foi preso e dois sócios seus foram indiciados pelo crime de descaminho e contrabando. Se condenados, poderão pegar uma pena que varia entre 1 e 4 anos de reclusão. Segundo a PF, os três estariam entre os principais fornecedores de mercadorias para a região da 25 de Março. Os produtos também teriam como destino cidades do interior paulista e de outros Estados. Agentes e fiscais vão analisar a documentação e os produtos para saber se os três poderiam ter cometido outros tipos de crimes.

Anúbis - A descoberta do galpão é um desdobramento da Operação Anúbis, realizada em todo o Estado de São Paulo desde o início da semana, que já apreendeu cerca de R$ 15 milhões em mercadorias e veículos. De acordo com o coordenador da operação, o delegado da Receita Federal Fábio Eduardo Boschi, 2 mil servidores públicos participaram da força-tarefa apenas no primeiro dia, em lojas, rodovias e no Porto de Santos (no litoral sul de São Paulo). Nas primeiras 12 horas ocorreram apreensões nas cidades de Bauru, Araçatuba e São José do Rio Preto. A Receita Federal espera continuar as blitze por mais duas semanas, mas não adiantou alvos, para não alertar os contrabandistas. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

    Leia tudo sobre: contrabando

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG