PF age contra transporte ilegal de madeira em MT

Cerca de 250 policiais federais e 20 agentes da Força Nacional desencadearam hoje a Operação Termes, que tem como objetivo desarticular um esquema de liberação de cargas irregulares de madeira em Mato Grosso, envolvendo advogados e servidores públicos de diversos órgãos entre os quais a Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), Instituto de Defesa Agropecuária do Mato Grosso (Indea/MT), Delegacia Estadual do Meio Ambiente (Dema/MT) e Polícia Rodoviária Federal. Segundo a Polícia Federal, serão cumpridos 58 mandados de busca e apreensão e cerca de 50 mandados de prisão nos municípios de Cuiabá, Várzea Grande, São Félix do Araguaia, Comodoro, Cáceres, Porto Esperidião, Sinop, Colíder, Porto dos Gaúchos, Marcelândia, Cláudia, Alta Floresta, Paranaíta e Aripuanã.

Agência Estado |

O esquema, de acordo com a PF, foi descoberto a partir da deflagração da operação "Arco de Fogo", que visa reprimir os crimes ambientais na floresta amazônica, e consistia na facilitação em todas as fases no processo de comercialização de madeira.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG