Petróleo volta a subir e fecha a US$ 70,23 o barril

Os preços dos contratos futuros de petróleo subiram hoje acima de US$ 70 por barril na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês), impulsionados por uma interrupção da oferta na Nigéria e possível contágio da alta dos mercados de ações, segundo analistas. A alta dos preços futuros de petróleo coincidiu com a recuperação do mercado de ações norte-americano, onde os investidores reagiram positivamente às notícias favoráveis de lucro e de fusão no setor de consumo.

Agência Estado |

"As pessoas estão se sentindo mais confiantes com relação à economia", disse Mark Waggoner, presidente da Excel Futures. "As perspectivas de elevado consumo estão empurrando os preços das commodities para cima."

Os futuros de petróleo estão oscilando ao redor de US$ 70 por barril nas últimas três semanas, um valor que representa o dobro da mínima deste ano, mas sem conseguir avançar mais. Ultimamente, os sinais de recuperação econômica têm sido equilibrados por evidências de continuidade da recessão. O Departamento do Trabalho dos EUA registrou um aumento acima do esperado no número de pedidos de auxílio-desemprego na semana passada, o que é um sinal negativo para a demanda por petróleo. "A estabilização da recuperação reflete as expectativas com relação à economia", disse Antoine Halff, vice-chefe de pesquisa da Newedge.

Novos problemas na produção na Nigéria também deram impulso aos preços. A Royal Dutch Shell confirmou que a ação de militantes da região do delta do Rio Níger forçou o fechamento de um oleoduto. Contudo, frequentemente a Nigéria é forçada a suspender centenas de milhares de barris de produção em resposta a ataques dos militantes - que querem a emancipação da região - e alguns analistas disseram que o último ataque foi mais do mesmo.

Em Nova York, os contratos de petróleo com vencimento em agosto subiram US$ 1,56 (2,27%) e fecharam a US$ 70,23 por barril. Incluindo as transações do sistema eletrônico Globex/Nymex, a mínima foi de US$ 68,11 e a máxima de US$ 70,91. Na ICE Futures, os contratos de petróleo Brent para agosto subiram US$ 1,45 (2,12%) e fecharam a US$ 69,78 por barril. A mínima foi de US$ 68,05 e a máxima de US$ 70,51. As informações são da Dow Jones.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG