RIO DE JANEIRO (Reuters) - Representantes da Petrobras e dos petroleiros encerraram reunião que durou três dias sem chegar a um acordo, e a greve dos trabalhadores, iniciada na segunda-feira, prossegue até pelo menos sexta-feira, informou a Federação Única dos Petroleiros (FUP). A Petrobras confirmou o fim das negociações e disse que vai divulgar nota mais tarde.

A greve praticamente não afetou até o momento a produção e a distribuição de combustíveis da companhia, que foi obrigada a lançar mão de um plano de contingência para garantir a normalidade no abastecimento do país.

Os petroleiros pretendem realizar uma avaliação sobre a greve de cinco dias na sexta-feira, para definir os próximos passos do movimento.

(Por Denise Luna)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.