RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras comunicou à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis que encontrou indícios de petróleo no bloco C-M-401, na bacia de Campos. Cem por cento do bloco foi adquirido pela estatal na 7a rodada de licitações de áreas de petróleo e gás natural, realizada em 2005.

Segundo dados no site da ANP, o poço é pioneiro e está a 976,5 mil metros da lâmina d'água.

Na noite de segunda-feira, a Petrobras anunciou a comercialidade de um bloco na bacia de Santos (BM-S-7), antes da camada pré-sal, onde foram encontradas reservas "in situ" de 550 milhões de barris de óleo equivalente.

Segundo a assessoria da Petrobras, geralmente entre 30 e 40 por cento desse total é recuperável. A vantagem do bloco, segundo a assessoria, é por estar localizado em águas rasas, de mais fácil exploração, e conter óleo leve, mais valorizado no mercado.

(Por Denise Luna)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.