Petrobras começa a refinar petróleo extraído de Tupi

A Petrobras informou que no dia 30 de junho começou a refinar a primeira carga de petróleo extraída no campo de Tupi, na camada pré-sal da Bacia de Santos. O processamento deste petróleo é considerado importante para avaliar o rendimento e a qualidade dos derivados produzidos.

Agência Estado |

O refino foi realizado na Refinaria de Capuava (Recap), em Mauá, na região metropolitana de São Paulo. Segundo a estatal, com 28,5 graus API (escala que permite classificar a densidade do petróleo), baixa acidez e baixo teor de enxofre, este petróleo de alta qualidade é extraído em condições difíceis: profundidade de água de 2.140 metros, mais de 3.000 metros a partir do fundo do mar, abaixo de 2.000 metros de camada de sal e a uma distância de 300 km da costa do Estado de São Paulo.

O pré-sal é uma camada de reservatórios que se encontram no subsolo do litoral do Espírito Santo a Santa Catarina, ao longo de 800 quilômetros. A Petrobras é líder em pesquisa e produção de petróleo em águas profundas e ultraprofundas. Tupi é considerada uma megarreserva de petróleo, com um volume estimado entre 5 bilhões e 8 bilhões de barris.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG