Petistas estudam menção a PMDB em resolução

Parte do grupo majoritário na direção do PT quer incluir uma menção explícita ao PMDB na resolução sobre estratégia eleitoral e política de alianças a ser aprovada no 4° Congresso Nacional do partido, iniciado nesta quinta-feira em Brasília.

Ricardo Galhardo, enviado a Brasília |

O texto-base da resolução fala apenas na prioridade em "fortalecer um bloco de esquerda e progressista" e "agregar forças políticas de centro". Não há menção direta ao PMDB nem qualquer outro partido aliado.

Com o objetivo de fazer um afago no PMDB, depois de uma série de trombadas quanto a questões estaduais e à escolha do vice de Dilma Rousseff, uma ala formada pela corrente Novos Rumos e setores do Construindo um Novo Brasil (que, juntas com o PT de Lutas e de Massa, formam o novo Campo Majoritário, com 55% do poder no partido), quer aprovar uma emenda alterando o texto para: "manter a coesão das forças políticas, econômicas e sociais que integram a atual base do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, particularmente o PMDB".

Com isso, esperam agradar tanto aos peemedebistas como a setores do empresariado que apoiam o governo. A emenda será apresentada nesta sexta-feira e depende da aprovação do plenário formado por 1.300 delegados.

Leia mais sobre Congresso do PT .

    Leia tudo sobre: congresso do pteleições 2010pt

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG