SÃO PAULO - O Vick VapoRub, unguento muito utilizado para aliviar sintomas de resfriado e congestão nasal, pode causar problemas respiratórios graves em crianças com menos de 2 anos. Pesquisa publicada nesta quarta na revista científica americana Chest afirma que o produto pode estimular a produção de muco e inflamar as vias aéreas, cenário perigoso para crianças pequenas.

A embalagem traz a informação de que o medicamento não deve ser utilizado em crianças menores de 2 anos. E acrescenta: Para crianças entre 2 e 6 anos, consulte um médico. Mas muitos pais não leem a indicação ou usam ainda por costume familiar. Também é comum a utilização do unguento embaixo ou dentro do nariz, prática contraindicada na embalagem - não ingira nem coloque dentro das narinas -, embora em letras pequenas.

A Procter & Gamble, empresa responsável pelo Vick VapoRub, divulgou nota à imprensa em que enfatiza a importância de seguir as instruções de uso do produto conforme descritas na rotulagem e afirmou que trabalha globalmente com agências reguladoras e entidades pediátricas para se certificar de que os pais sigam corretamente as orientações de uso.

Especialistas ouvidos pela reportagem afirmam que o Vick VapoRub pode causar irritação das vias respiratórias e aumentar a produção de muco em pessoas de qualquer idade, mas que as consequências são potencialmente mais graves em crianças menores de 2 anos. Vick VapoRub não faz bem para ninguém. Ele irrita as vias aéreas, o que causa um alívio imediato, mas o uso frequente pode levar o paciente a desenvolver rinite crônica, afirma o médico Fabrízio Romano, da Academia Brasileira de Rinologia. As informações são do jornal "O Estado de S.Paulo".

Leia mais sobre: crianças

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.