Pesquisa revela que 43% dos acidentes nas mãos ocorrem no trabalho

Uma pesquisa realizada coordenada especialista Luiz Carlos Sobania, da Associação Brasileira de Cirurgia da Mão (ABCM), revelou que 43% dos acidentes nas mãos e membros superiores acontecem no ambiente de trabalho e 37,5% ocorrem dentro de casa. O estudo foi apresentado ontem no 29° Congresso Brasileiro de Cirurgia da Mão, em São Paulo, após o levantamento baseado em 4.

Agência Estado |

258 atendimentos realizados em 12 hospitais do País, entre 15 e 25 de abril.

Os traumas nas mãos causados por acidentes de trânsito representam 15% dos casos e acidentes relacionados a esportes, agressões e outras situações são responsáveis 6,3% dos atendimentos. Os homens são mais atingidos, registrando 53% dos casos e as mulheres representam 46%. A faixa etária mais atingida é dos 20 aos 40 anos com 29,6%. Segundo o presidente do congresso Flávio Faloppa, a maioria dos casos que chega ao atendimento de emergência não recebe atendimento especializado, o que afeta o tratamento e causa sequelas irreversíveis.

O especialista ressalta que o socorro mal conduzido pode causar a incapacidade funcional do trabalhador. De acordo com estimativas da ABCM, 50% das mãos mutiladas poderiam ser preservadas se o primeiro atendimento fosse realizado por um cirurgião de mão. Faloppa explica que a especialidade de cirurgia da mão foi criada porque, além do conhecimento de anatomia, fisiologia, fisiopatologia, há um aprimoramento da técnica cirúrgica.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG