Na primeira pesquisa de opinião pública de Goiás feita depois da filiação do presidente do Banco Central (BC) ao PMDB, Henrique Meirelles apareceu como o terceiro mais lembrado na disputa para o Senado, atrás do senador Demóstenes Torres (DEM) e do prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB). Numa eventual disputa para o governo do Estado com o senador Marconi Perillo (PSDB), Meirelles ficou muito atrás: 19,8% contra 56,20% do tucano.

A ideia de Meirelles é disputar o Senado. Como Iris pretende concorrer para governador, o presidente do BC herdou o segundo lugar na disputa nas respostas espontâneas. Quando estimulados, os eleitores apontaram Iris em primeiro lugar, Demóstenes em segundo, a senadora Lúcia Vânia (PSDB) em terceiro e Meirelles em quarto.

Em compensação, Meirelles é o nome de menor rejeição. Para senador, os mais rejeitados foram o governador Alcides Rodrigues (PP), com 15,2%; o deputado Sandro Mabel (PR), 12,3%; Lúcia Vânia, 11,5%; Iris, 8,3%; Demóstenes, 8%; e Meirelles, 5%. Na briga pelo governo, o mais rejeitado foi Ronaldo Caiado (DEM), com 19%, seguido de Perillo (15,4%), Iris (12,1%) e o presidente do BC (7,8%).

A pesquisa foi encomendada pelo jornal "O Popular" ao Instituto Serpes, que ouviu 1.001 pessoas entre os dias 10 e 14. A margem de erro, de acordo com o instituto, é de 3,1 pontos porcentuais para mais ou para menos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.