Pesquisa descobre que vírus causa aids em chimpanzés

O vírus SIV - que infecta macacos e é “parente” do HIV - causa uma síndrome parecida com a aids em chimpanzés. Foi o que mostrou uma pesquisa publicada hoje na revista Nature.

Agência Estado |

A descoberta contraria o consenso de que o SIV não prejudicaria seus hospedeiros naturais. Primatas africanos como o mangabei fuligento e o macaco-verde não desenvolvem a doença quando infectados pelo vírus. O processo evolutivo trouxe resistência a estas espécies. Até agora, acreditava-se que outros símios também conviveriam bem com o SIV. O trabalho da Nature revela que o microrganismo destrói as defesas naturais de chimpanzés de um modo muito semelhante ao HIV em humanos.

Os pesquisadores observaram dois bandos de chimpanzés durante nove anos - de 2000 a 2008 - no Parque Nacional Gombe, na Tanzânia. Descobriram que, durante o estudo, de 9% a 18% dos animais sofreram infecção por uma cepa do vírus SIV que serviu como precursor evolutivo de um dos dois tipos de HIV causadores da pandemia de aids.

Os primatas infectados apresentaram taxas de mortalidade de 10 a 16 vezes superiores às observadas em animais saudáveis. Todos os filhotes doentes não chegaram à fase adulta. Uma fêmea morreu três anos depois de contrair o SIV. Quando os cientistas realizaram a autópsia, comprovou-se que havia uma quantidade muito pequena de células do sistema imunológico. Amostras retiradas de outros animais mortos confirmaram o colapso das defesas naturais nos chimpanzés infectados. “Do ponto de vista evolutivo e epidemiológico, os dados podem ser vistos como o ‘elo perdido’ na história da pandemia de HIV”, afirma Daniel Douek,do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, nos EUA. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG