A http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/08/15/serra+lidera+corrida+presidencial+dilma+e+ciro+empatam+diz+datafolha+7898922.htmlpesquisa Datafolha divulgada neste domingo agradou a todos os partidos envolvidos. Se os tucanos comemoram a primeira posição do governador de São Paulo, José Serra, os petistas consideraram positivo o fato da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, não ter caído, apesar dos dias de exposição negativa. Já o PSB vê o empate entre Dilma e Ciro Gomes (CE) como um sinal de que a candidatura dele é viável.



"A pesquisa é muito boa para Dilma, porque a distância para Serra vem diminuindo e as intenções de voto estão estáveis, mesmo após dias de exposição negativa", analisa o líder do PT na Câmara, Cândido Vaccarezza (SP). Ele avalia que a possível saída da senadora Marina Silva (AC) do partido e o enfrentamento entre Dilma e a ex-secretária da Receita Federal, Lina Vieira, poderiam ter retirado pontos da ministra, o que não aconteceu.

Já o senador Renato Casagrande (PSB-ES) afirma que os números do Datafolha confirmam a "viabilidade da candidatura de Ciro Gomes". "Ciro é um nome nacional. Compreendemos que ainda é muito cedo para esses números terem influência na eleição, mas é um resultado que o coloca no jogo", diz. Ele considera que o empate entre Ciro e Dilma mostra que os dois nomes são viáveis e PT e PSB precisam trabalhar as candidaturas. "No ano que vem faremos uma avaliação melhor."

Com o Serra ainda disparado em primeiro lugar - 37% das intenções de voto -, o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) considera que a candidatura tucana já está consolidada. "É um voto consolidado. E, do outro lado, a candidatura governista não cresce e tem alto índice de rejeição. Esperava-se números maiores a essas alturas, com a alta exposição da ministra", avalia.

Leia mais sobre: Datafolha

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.