SÃO PAULO - O peruano identificado César Manuel Anchante Saraiva, de 37 anos, que disparou três tiros contra sua mulher grávida de dois meses, se entregou à polícia nesta quarta-feira. Ele estava trancado desde as 13h de terça-feira em um apartamento de um prédio do Cingapura localizado na Rua Giuseppe Marino, na zona norte de São Paulo.

AE
Peruano se entrega após mais de 24 horas
De acordo com a Polícia Militar, Anchante se rendeu por volta das 15h e foi encaminhado ao 90° Distrito Policial, no Parque Novo Mundo.

No início da tarde de terça-feira, ele chegou a disparar três tiros contra sua mulher. O peruano, que foi submetido a uma cirurgia de vasectomia, acredita ter sido traído, já que sua esposa está grávida de dois meses. O casal tem quatro filhos, com idades entre 5 e 16 anos.

Atingida nas pernas e no abdômen, a mulher foi socorrida por vizinhos e levada ao pronto-socorro da Vila Maria. Conforme o hospital, a vítima passa bem e o feto também está fora de perigo.

Armado com um revólver calibre 38, Anchante ficou trancado em um apartamento do andar térreo do prédio. As negociações tiveram a participação do policiamento local e de policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate).

Leia mais sobre: refém

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.