Perseguição em São Paulo termina com quatro mortos

A perseguição após um roubo a uma agência do Banco Real no centro de Guarulhos, na Grande São Paulo, acabou com a morte de um civil, dois policiais militares e de um dos suspeitos na zona norte da capital paulista. Outras 11 pessoas ficaram feridas, uma delas em estado grave. A polícia conseguiu prender dois assaltantes.

Agência Estado |

Ao menos quatro homens armados invadiram a agência no começo da tarde. Durante a fuga, os criminosos foram perseguidos por policiais militares. Houve troca de tiros. Quando chegaram ao bairro Jaçanã, na zona norte de São Paulo, os assaltantes entraram em uma casa e fizeram reféns. O cárcere privado acabou no final da tarde.

Oito policiais ficaram feridos na perseguição. Um deles está internado em estado grave no Hospital do Mandaqui. Dois levaram tiros na cabeça, segundo a secretaria estadual de Saúde e o Hospital São Luiz Gonzaga. Três civis também foram feridos. Um deles, um carteiro de 48 anos, já recebeu alta, o outro, um estudante de 27 anos, deve deixar o hospital ainda hoje. Um terceiro foi atropelado durante a perseguição.

    Leia tudo sobre: perseguição

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG