Perícia encontra vidro moído no café de secretário de Segurança do Rio

RIO DE JANEIRO ¿ Peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) encontraram vidro moído, grãos de areia e sujeira no café servido no gabinete do secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame. O próprio secretário pediu o exame devido à má qualidade da bebida. De acordo com a assessoria de imprensa, foi constatado que a empresa que fornece o café ¿ contratada em licitação - e que teria sede em Minas Gerais, não existe.

Redação |

De acordo com a assessoria, a empresa Cardu oferece a bebida para diversos setores do Governo do Estado. No entanto, quando os funcionários da Secretaria de Segurança Pública tentaram contatá-la para apurar possíveis causas das impurezas na bebida do secretário, foi observado que se trata de uma empresa fantasma que teria sede no município mineiro de Ouro Velho.

A verificação no café foi feita na semana passada. A secretaria mandou um ofício para o Governo do Estado e aguarda nova análise dos peritos do ICCE, que vão verificar se há substâncias tóxicas, como veneno, na bebida. A perícia também vai examinar o pó de café que está em uma embalagem fechada.

Leia também:

Leia mais sobre: Rio de Janeiro

    Leia tudo sobre: rio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG