O presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara, deputado André de Paula (DEM-PE), divulgou uma nota hoje lamentando a decisão de Marina Silva de pedir demissão do cargo de ministra do Meio Ambiente. Na opinião do parlamentar, a gota dágua para a saída da ministra foi o relançamento do Plano Amazônia Sustentável (PAS) com a indicação do teórico Mangabeira Unger para gerir o programa.

"

O deputado disse que o PAS repercutiu como "um arremedo de planejamento", apesar do esforço "hercúleo da ministra". Na avaliação de André de Paula, Marina Silva "travou, publicamente, uma luta solitária em defesa das questões ambientais." O deputado disse que, amanhã, na reunião da Comissão do Meio Ambiente, colocará em votação um requerimento do deputado Nilson Pinto (PSDB-PA) convidando Mangabeira para explicar o PAS.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.