Consumidora diz ter encontrado rato morto dentro de embalagem depois de o filho estranhar o cheiro do produto

A empresa PepsiCo Brasil, fabricante dos produtos Elma Chips, afirmou nesta tarde, por meio de nota, que não é responsável no caso do rato que teria sido encontrado dentro de uma embalagem de salgadinho pela consumidora Ângela Maria Vielle, em Santa Catarina. “Não é possível que tenha havido contaminação no processo de empacotamento na fábrica ou armazenamento na filial de vendas da empresa”, diz o documento.

Leia também: Pepsi, dona do Toddy, enfrenta crise de imagem no Brasil

A consumidora disse que encontrou o animal morto depois que um de seus filhos sentiu um cheiro estranho no salgadinho. O outro filho, de cinco anos, chegou a comer algumas unidades antes de a mãe encontrar o rato.

Depois de saber da reclamação de Ângela por meio do Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), uma equipe de atendimento da PepsiCo foi até à casa dela para obter informações para análise do produto. A empresa ressalta que “apesar de a consumidora ter se negado a entregar a embalagem, foi possível rastrear o produto com base na numeração do lote e data”.

A nota explica que as análises levaram em conta a documentação de um sistema de Detecção de Materiais Estranhos (Raio–X) da fábrica, que examina os produtos que saem da indústria para o mercado. “De acordo com as boas práticas de fabricação, nenhum produto Elma Chips é comercializado sem prévia análise do interior da embalagem. Importante enfatizar ainda que os serviços de limpeza e controle de pragas são realizados de forma criteriosa e periódica em todas as fábricas e filiais de vendas da PepsiCo no Brasil”, detalha o documento.

Uma semana antes, o achocolatado Toddynho, da mesma empresa, apresentou uma falha na produção. Na ocasião, 29 consumidores relataram sentir irritações e apresentarem lesões na mucosa da boca após ingerirem o produto.

Rato que teria sido encontrado por consumidora dentro da embalagem do salgadinho
Salmo Duarte/Agência RBS/AE
Rato que teria sido encontrado por consumidora dentro da embalagem do salgadinho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.