Washington, 8 jun (EFE).- O Pentágono anunciou hoje o envio de equipamento e pessoal da Marinha dos Estados Unidos ao Brasil para colaborar na busca das caixas-pretas do voo da Air France que desapareceu com 228 pessoas a bordo na semana passada no Oceano Atlântico.

Até agora, as autoridades não conseguiram localizar as caixas-pretas, peças cruciais para ajudar a determinar as causas do acidente aéreo.

Em declarações a jornalistas, o comandante da Marinha americana Jeffrey Gordon, porta-voz do Pentágono para assuntos da América Latina, confirmou o envio a Natal de dois aparatos especiais para detectar sinais submarinos.

Gordon acrescentou que 19 especialistas serão responsáveis pelo manejo dos dois equipamentos, que serão colocados em dois navios franceses.

A primeira embarcação deverá partir nesta quarta-feira rumo à área onde se acredita que a aeronave caiu, e a segunda o fará na próxima sexta-feira, explicou o porta-voz.

Os dois aparatos podem detectar sinais sonoros a uma profundidade de 6.100 metros e, caso os identifiquem no fundo do mar, serão transmitidos por meio de um cabo e transformados em sinais de áudio e vídeo.

Gordon disse que o Departamento de Defesa "continua participando dos esforços de recuperação do voo 447 da Air France".

Na semana passada, os EUA enviaram ao Brasil um avião P-3C de patrulhamento marítimo que realizou três "missões de busca" de oito horas cada. A aeronave retornou à Flórida neste último final de semana. EFE mp/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.